Rossane Bom pelada na Revista Sexy de Abril 2018

Rossane Bom pelada na Revista Sexy de Abril 2018

Fotos digitais com a gata linda e gostosa Rossane Bom, pelada na capa da Revista Sexy de Abril 2018

Leia abaixo a entrevista completa que ela deu para a Sexy:

Rossane Bom, de Bragança Paulista

O que anda fazendo atualmente?
– Trabalho com shows. Ganhei concurso de melhor striper e me apresento por todo Brasil. Também faço apresentações de pole dance.

Como começou a carreira?
– Com 17 anos ganhei o concurso de Princesa de Bragança Paulista, cidade onde nasci, moro e amo. Comecei a dançar fazendo gogo. Fiz tv, várias revistas, ensaios para sites e desde então não parei mais.

Qual o segredo para um bom striptease?
– É a sensualidade. Ser sensual sem ser vulgar. Você tem que entrar no personagem. Cada figurino é um personagem, é uma música diferente. Não é só subir no palco e tirar a roupa. A stripper tem que saber fazer, e não é tão fácil como parece. É uma arte.

Lembra do seu primeiro show? O que mudou para o dia de hoje?
– Ah! Me lembro sim. Muita coisa mudou. Com o tempo a gente aprende mais. Sempre tento fazer o meu melhor, e mesmo assim, nunca fico satisfeita, (risos). Percebo pelo público, eles adoram, elogiam. Tanto homens como mulheres.

Já percebeu rolar um clima com alguém da platéia durante a apresentação?
– Olha, é difícil. Costumo fazer de quatro a cinco shows numa noite e é muita coisa para pensar quando está no palco. O tempo da música, se as pessoas estão gostando, o chão para não cair, concentrar no pole dance… tudo isso em apenas 13 minutos.

Conta mais sobre pole dance…
– Pole dance é muito importante para uma stripper profissional. Tive que fazer aulas para aprender porque não é fácil, mas vale muito a pena, valoriza demais uma apresentação. Além de ser lindo, mantém a forma. Uma stripper de verdade tem que saber fazer.

Você sente tesão se apresentando?
– Tesão não, (risos). Sinto prazer no que faço, em subir no palco, dançar e mostrar minha sensualidade.

Você gosta de ser admirada?
– Acho que toda mulher gosta de ser admirada. Toda mulher tem vontade de estar num palco dançando no pole dance, (risos). É muito bom ver a carinha de cada pessoa me olhando e admirando. Os elogios depois são muito gratificantes. Amo meu trabalho.

Você se sente melhor com ou sem roupa?
– (Risos), depende da ocasião. Mesmo eu ficando nua no trabalho, acho muito bonito uma peça de roupa sensual. É interessante.

Qual parte do seu corpo os homens elogiam?
– Elogiam muito os meus seios e bumbum. Acho engraçado que a maioria pergunta se é tudo meu. Sempre falo: não! Peguei emprestado e daqui a pouco tenho que devolver, (risos).

Como você se cuida?
– Dou uma controlada na alimentação, mas não passo fome e nem vontade. Depois tem que malhar pra perder. A dança e o pole ajudam muito.

Como o cara tem que fazer para chegar em você?
– Não gosto daquele tipo que puxa seu braço e cabelo. Que quer te beijar sem nem saber seu nome. Também não gosto de cantadas sem graça. Tem que ser com calma, devagar, conversando. Aí sim, vamos ver se rola.

Pro gatinho em casa o show é mais caprichado?
– Claro! Bem especial, (risos).

E se na hora “H” o cara não dá conta. Tem alguma técnica infalível?
– Ah! Nessa hora tem que usar todas as técnicas. Uma bela lingerie, um showzinho bem sensual. Aí duvido que ele resista.

Rossane Bom pelada na Revista Sexy de Abril 2018


Posts Relacionados